Portal da Cidade Cascavel

PECUÁRIA

Circuito Angus estreia em Cascavel nesta quarta

Em Cascavel, o evento será às 19h no auditório do Sindicato Rural do município.

Postado em 10/07/2018 às 21:38 |

(Foto: Divulgação)

O Circuito Touro Angus Registrado chega pela primeira vez ao Paraná. A iniciativa da Associação Brasileira de Angus, que tem levado a diferentes regiões do Brasil um roteiro de palestras para esclarecer os criadores brasileiros sobre as vantagens proporcionadas pelo uso de reprodutores registrados, já passou por Campo Mourão (9/7), por Pitanga (10/7) e passará por Cascavel (11/7) e por Dois Vizinhos (12/7). Em Cascavel, o evento será às 19h no auditório do Sindicato Rural do município.


Segundo o presidente da Angus, José Roberto Pires Weber, a chegada do circuito ao Estado é muito importante, pois ampliará o conhecimento dos pecuaristas sobre as vantagens de trabalharem com exemplares Angus em seus rebanhos. “Este foi um pedido feito na assembleia da associação no final de 2017, e a Angus está atendendo. Teremos uma semana de muito debate sobre a raça no Paraná. Isso reflete a importância e a força genética dos criatórios paranaenses”, afirmou.


As palestras ministradas pelo gerente de fomento da Angus, Mateus Pivato, nos quatro municípios, mostrarão que a opção por reprodutores registrados resulta em um rebanho genuinamente Angus, que produzirá descendentes capazes de refletir tudo o que o investidor e o mercado desejam do animal. Além disso, destacarão que, trabalhando com a genética Angus, os produtores terão terneiros uniformes com ganho de peso mais fácil e resultados mais expressivos dentro e fora das porteiras.


De acordo com o presidente do Núcleo de Criadores Angus do Oeste do Paraná e secretário de Agricultura de Cascavel, Agassiz Linhares Neto, o circuito deve apresentar, além da importância da utilização de exemplares registrados em rebanhos, orientações para cruzamento industrial com zebuínos. Linhares ressaltou também que, ao trabalhar com animais Angus, os pecuaristas da região terão rapidez no desenvolvimento dos bezerros e, consequentemente, menor tempo para o abate, obtendo uma carne de qualidade em pouco tempo e maior rentabilidade.

Fonte:

Deixe seu comentário