Portal da Cidade Cascavel

HORTA ESCOLA

Horta Municipal pode ser transformada em Horta Escola

Lá, são produzidos alface, couve, salsinha, rúcula, almeirão, feijão, pepino, abobrinha e batata- doce, que são entregues nas escolas municipais

Postado em 15/05/2018 às 06:05 | Atualizado hoje às 16:08

(Foto: CGN Notícias)

A Horta Municipal de Cascavel, localizada no Bairro Santa Cruz - Território Cidadão III - vai produzir muito mais que verduras e legumes. A ideia é transformar o espaço em uma “Horta Escola”, como parte do programa Agricultura Urbana.

De acordo com o gestor do Território Cidadão, José Carlos da Costa, o Cocão, com esta mudança será aberto espaço para visitação da comunidade, e o espaço se tornará modelo para atrair visitantes e estudantes e desenvolver com eles projetos educacionais. "Queremos que as crianças aprendam todo o processo de produção de verduras e legumes; do plantio à colheita. Que elas acompanhem o crescimento da produção e também queremos despertar nelas o interesse pela cultura de hortaliças”, explicou Cocão.

A intenção é implantar a Horta Escola ainda este ano. Para isso a Secretaria de Agricultura já encaminhou projeto à Câmara de Vereadores. “Ele deve entrar na pauta dos vereadores o mais breve possível, pois é um projeto educacional e de interesse da comunidade”, completou o gerente territorial Ailton Lima.

Já visando à parte pedagógica no local, foi construída uma estufa onde são produzidas as mudas de verduras que posteriormente vão ocupar os canteiros e também suprem a agricultura urbana. "Neste projeto o Município fornece as primeiras mudas para a comunidade que cuida e colhe. Depois, no segundo plantio, a responsabilidade fica a cargo das pessoas que adotaram o projeto nos territórios onde foi instalado”, completou o técnico agrícola Patrik Tristacci.

Atualmente a Horta Municipal produz entre outras coisas, alface, couve, salsinha, rúcula, almeirão, feijão, pepino, abobrinha e batata- doce, que são entregues nas escolas municipais, Cmeis e entidades.

Fonte: CGN Notícias

Deixe seu comentário