Portal da Cidade Cascavel

CASA PRÓPRIA

Quando vão ficar prontas as novas casas populares em Cascavel?

População fez fila para atualizar cadastro, com esperança de conseguir moradia

Postado em 09/01/2018 às 09:01 | Atualizado hoje às 18:56

Divulgação

No ano passado Cascavel entregou o conjunto Riviera, Gralha Azul e Jaborá que garantiram quase 3 mil moradias para famílias que recebem até três salários mínimos.


Com tanta gente conseguindo a casa própria, quando o Município anunciou a reabertura do cadastro do Minha Casa, Minha Vida, centenas de pessoas foram já no primeiro dia e logo cedo até a prefeitura.


Mas será que existem chances de conseguir uma casa logo?


Atualmente Cascavel não tem conjuntos habitacionais com este perfil em construção. Segundo a prefeitura, novos empreendimentos dependem basicamente da liberação de recursos federais ou estaduais. Ou seja, não há verba própria para fazer casas.


“Até mesmo o programa habitacional do Governo do Estado é executado com recursos federais. Não há perspectiva de curto prazo para novos empreendimentos. Tanto o prefeito quanto os deputados da bancada federal trabalham no sentido de que novos investimentos sejam liberados”, disse o município em nota.


Neste sentido, o cadastro atualizado serve para quantificar qual é a demanda na cidade.



O programa de governo de Leonaldo Paranhos prevê que a Cohavel construa casas para famílias que não se enquadram nos outros programas habitacionais. Famílias com renda abaixo do previsto no Minha Casa, Minha Vida, por exemplo. Estas obras devem ocorrer em médio prazo.


“No PPA para 2018 a Cohavel abriu uma ação para construção de no mínimo 50 moradias. Dependendo do volume de recursos captados nos governos federal e estadual esse número pode ser ampliado. Enfatizando que a Cohavel irá construir habitações apenas para famílias que não se enquadram nos programas oficiais”, disse a prefeitura.


As últimas moradias populares construídas em Cascavel custaram entre R$ 65 mil e R$ 70 mil, já incluídos os custos de infraestrutura.


A prefeitura atendeu 90 pessoas no primeiro dia e relatou que, a partir de amanhã, serão distribuídas 20 senhas pela manhã e 20 senhas à tarde. 


Vale lembrar que o prazo para cadastro está aberto por tempo indeterminado e não há preferência para quem se cadastrar primeiro. Assim, as famílias não precisam correr para realizar a inscrição.


Fonte: Redação Portal da Cidade via CGN

Deixe seu comentário