Portal da Cidade Cascavel

CPI das Fossas: Três testemunhas são ouvidas

Postado em 14/07/2017 às 14:37 | Atualizado hoje às 13:44

(Foto: )

Os vereadores componentes da CPI das Fossas Misael Junior, Mazutti e Serginho Ribeiro realizaram mais um dia de oitivas nesta sexta-feira (14). Foram ouvidos Renato Mayer Bueno, gerente geral Sudoeste da Sanepar, Marcia Palandrini Maioli, ex-diretora financeira também da Secretaria de Educação e Maria Onira dos Santos, ex-gerente financeira da Secretaria de Educação, que não compareceu. 

O presidente da Comissão, vereador Misael Junior, acredita que o depoimento de Renato Mayer Bueno esclareceu muitas dúvidas com relação ao descarregamento de caminhões na estação de tratamento da Sanepar. Chamou a atenção dos vereadores a ausência de controle informatizado das cargas, “tendo em vista que a cobrança é feita por metro cúbico”, comentou Serginho Ribeiro.

Já Marcia Maioli afirmou “não tinha como acompanhar a assinatura de todas as notas e acompanhar cada limpeza de fossa. Precisávamos confiar na orientação dada aos diretores para que sempre conferissem o serviço prestado”.

Os vereadores têm até o dia 22 de agosto para entregar o relatório final da CPI. A comissão tinha, por determinação do Regimento Interno, 60 dias para concluir os trabalhos, mas optou por pedir a prorrogação do prazo por mais 30 dias. Até o momento foram ouvidas 25 testemunhas e feitas inúmeras visitas às escolas e centros municipais de educação infantil.

A comissão foi instaurada em 16 de março de 2017 e teve como base as denúncias apresentadas pelo vereador Celso Dal Molin (PR). Os dois principais questionamentos dizem respeito ao cumprimento dos serviços contratados pela Secretaria Municipal de Educação, no ano de 2013, com a empresa Auto Fossa Cascavel Ltda e ainda o grau de parentesco entre os proprietários e representantes das três empresas concorrentes na licitação.

Fonte: CGN Notícias

Deixe seu comentário

Mais de portaldacidade.com